quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Final SOLETRANGLO 2008: a arte de soletrar palavras

Será realizada nas dependências do Colégio Anglo a final do SOLETRANGLO 2008.

O evento contou com a participação dos alunos de 6º ao 9º.

O intuito desta atividade é despertar no aluno o interesse pelas palavras da Língua Portuguesa, bem como sua grafia, pois a língua é tida por muitos como difícil ou complicada.


DATA: 05/12/2008 às 19h

LOCAL: Colégio Anglo


Gostaria que todos os alunos que participaram deste projeto postassem suas experiências nele afim de avaliarmos a atividade.

Obrigado

Luau 2008

Destinado a alunos do 5º ao 9º anos e amigos, o Luau deste ano será promovido pela Escola Dinâmica - Colégio Anglo com Teatro e Show musical.

Encerrando as atividades do ano de 2008, o Colégio Anglo promove esta integração entre seus educandos, pois "estudar no Anglo faz a diferença"

Dessa forma, participem e postem comentários sobre o evento aqui. Fiquem a vontade para comentarem e sugerirem mudanças para que sempre possamos melhorar em nossos eventos.


DATA: 28/11/2008 - das 19h às 23h

LOCAL: Colégio Anglo

Corujão 2008

Destinado a alunos de 8º, 9º e Ensino Médio e amigos, o CORUJÃO deste ano será promovido pelos professores do Ensino Médio com "Aulas SHOW" e Show musical.

Encerrando as atividades do ano de 2008, o Colégio Anglo promove esta integração entre seus educandos, pois "estudar no Anglo faz a diferença"

Assim, participem e postem comentários sobre o evento aqui. Fiquem a vontade para comentarem e sugerirem mudanças para que sempre possamos melhorar em nossos eventos.


DATA: 27/11/2008 - das 19h às 24h

LOCAL: Colégio Anglo

Vídeo: para refletir - Todas as séries

Um vídeo para reflexão.

Que todos tenham uma excelente semana de avaliação.


video

segunda-feira, 17 de novembro de 2008

9º ano ( 8ª série) - TEXTO: QUEM SÃO ELS?

Conforme combinado as respostas poderão ser postadas até quinta-feira 20/11/2008 às 19h


Bom trabalho a todos.


1. Esses textos narram a trajetória de vida de quatro pessoas.


a) O que elas têm em comum?


b) Qual das personagens citadas você já conhecia? Por quê?


c) Com qual você mais se identificou? Por quê?


2. Releia o texto sobre a vida de Mílton Santos.


a) O que as informações revelam sobre a personalidade desse homem?


b) Que características da personalidade de Milton Santos podem ser comprovadas em seu depoimento?


3. Com relação a Anita Garibaldi, responda.


a) Que fato promoveu uma mudança radical em sua vida?


b) Que motivo a tornou uma heroína no Brasil e na Itália?


c) Que fatos a transformaram em um mito?


d) Observando a seleção de informações e a escolha dos adjetivos empregados no texto, o que podem revelar sobre a visão do autor em relação à Anita Garibaldi?


4. Analisando a vida de Maria das Graças Marsal, “a dama que veio do lixo”, e a de Anita Garibaldi, o que se observa de semelhante quanto à personalidade de ambas?


5. O texto sobre Renato Russo contém opiniões, característica que não aparece nos demais textos.


a) Estabeleça uma hipótese para justificar o acréscimo das opiniões de amigos do artista à seu respeito.


b) Identifique, no texto, pelo menos uma expressão que revele a opinião do jornalista sobre o cantor.


6. Observe o veículo de publicação de cada um dos textos lidos e, com base neles, responda.


a) A que público-alvo cada texto se dirige?


b) Que estratégias cada um dos textos emprega para a transmissão de informação ao leitor?

domingo, 16 de novembro de 2008

8º ano (7ª série) - TEXTO: BRASIL, QUAL É A TUA CARA?

Conforme combinado as respostas poderão ser postadas até quinta-feira 20/11/2008 às 18h


Bom trabalho a todos.


Antes de responder às questões, na primeira folha do xerox há alguns questionamentos, abaixo do título. Faça as respostas deles por meio de um pequeno parágrafo entre 05 e 10 linhas. Pode orientar-se pelas perguntas e responder em forma de texto.


1. As três personalidades expressam seus pontos de vista sobre o que é identidade nacional. Com qual das opiniões você mais se identificou? Por quê?


2. Os textos, cujos autores são pessoas de referência no cenário artístico nacional, foram publicados numa revista dirigida a um público específico. Com que finalidade essas opiniões podem ter sido publicadas nessa revista?


3. Para formular sua opinião, a cantora Beth Carvalho utiliza a frase “O brasileiro é antes de tudo um forte”, que nos remete à frase “O sertanejo é antes de tudo um forte”, expressa por Euclides da Cunha, grande escritor brasileiro, no livro Os sertões.


a) Que sentidos podem ser atribuídos ao emprego dessa frase pela autora?


b) Você concorda com o emprego dessa frase para referir-se ao povo brasileiro? Justifique sua resposta com exemplos de situações observadas, conhecidas ou vividas por você.


4. O artista Emanoel Araújo revela, ao emitir sua opinião sobre a identidade nacional, um certo tom de indignação.


a) O que ele considera como inaceitável?


b) Que exemplos históricos ele utiliza para justificar a sua indignação diante dessas idéias?


c) Quais são as características que, segundo ele, identificam o povo brasileiro?


d) Você concorda ou discorda da opinião do artista plástico? Comprove sua resposta com exemplos de situações do cotidiano observadas em sua cidade, região, comunidade etc.


5. O comediante Renato Aragão afirma que “às vezes o Brasil parece ser um país de Primeiro Mundo. Às vezes, o de último.”

a) Em que aspectos, na sua opinião, o nosso país parece pertencer ao Primeiro Mundo?


b) Como embaixador da Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância), a que questões dos país Renato Aragão se refere quando emprega a palavra último?


c) Que conseqüência essa incerteza traz à formação da identidade do povo brasileiro?


6. O final de cada texto apresenta uma afirmação do posicionamento dos autores e um estímulo à reação do leitor.


a) O que todos eles afirmam?


b) De que forma a publicação do posicionamento dessas pessoas pode interferir na opinião do leitor?

6º ano (5ª série) - TEXTO: LUCAS PESCADOR

Conforme combinado as respostas poderão ser postadas até quinta-feira 20/11/2008 às 17h


Bom trabalho a todos.


1. O texto traz as experiências do narrador, Daniel Munduruku, e de Lucas na comunidade indígena Munduruku.


a) O que mais lhe impressionou nessa historia?


b) Que informação, no primeiro parágrafo, expõe um aspecto da cultura indígena?


2. Como o próprio título revela, nessa história Lucas é um pescador.


a) O que chamou a atenção de Tawé sobre Lucas durante a pescaria?


b) Que expressão empregada pelo narrador contradiz a reação de Lucas durante a pescaria? O que você entendeu sobre essa expressão?


3. De acordo com o narrador, a impaciência de Lucas deve-se ao fato de que as pessoas da cidade têm outro tempo.


a) Como é o tempo das pessoas da cidade, segundo o narrador?


b) A partir dessa explicação dada pelo narrador, o que é possível inferir (concluir) sobre o que marca o tempo na comunidade indígena?


4. Embora existam tantas diferenças entre a vida das pessoas na cidade e a vida na comunidade indígena, qual é a grande semelhança entre os dois modos de vida, segundo os meninos indígenas?


5. Durante a pescaria, Tawé leva o peixe à altura da boca e fala com ele.


a) Qual a crença expressa nesse gesto de Tawé?


b) O que é possível concluir sobre a cultura indígena a partir desse gesto?


6. De acordo com a questão anterior, por que você acha que Lucas passou a fazer a mesma coisa?


7. Na sua opinião, que tipo de conseqüência a pressa, os afazeres e os compromissos diários que as pessoas repetem sem refletir podem gerar na natureza, no meio ambiente?


8. Releia o trecho em que Lucas faz uma constatação sobre a sociedade em que vive: “Na cidade as pessoas costumam evitar a dor, o sofrimento, porque acham que sofrer não é bom pra elas, para os filhos, para a sociedade”.


a) Como a comunidade indígena encara o sofrimento?