quinta-feira, 15 de maio de 2008

8º ano (7ªsérie) - Texto: A transformação.

Prezados amigos, seguem as questões para interpretação do texto.


Conforme combinado, as respostas deverão ser postadas até 20/05/08 até as 17h30m.


1. Algumas transformações que ocorrem na adolescência são o tema desse texto.


a) Dentre as afirmações a seguir, transcreva a que melhor apresenta o assunto abordado no texto.

“Banho só na base de muita ameaça.”
“Mudanças estranhas estão acontecendo com meu filho.”
“Jamais se preocupou com o aniversário de ninguém, a não ser com os de “Magic Johnson e de Michael Jordan.”


b) Que exemplos o narrador apresenta para comprovar essa afirmação?


2. Leia o verbete metamorfose.


Metamorfose s.f. 1. Transformação de um ser ou de uma coisa. 2. Mudança de forma. [...] 6. (Fig.) Modificação considerável no estado ou no caráter de uma pessoa.

Adriano da Gama Kury. Minidicionário Gama Kury da língua portuguesa. São Paulo, FTD, 2002, p. 700

a) De acordo com o texto, qual é a metamorfose vivida pelo adolescente?

b) Que mudanças no comportamento do adolescente foram observadas a partir destas passagens do texto?

“Nunca ia a festas, não dançava [...].”

“[...] não ligava para roupas.”

“Jamais se preocupou com o aniversário de ninguém [...].”

Não atendia ao telefone.

“[...] jogava bola o dia inteiro [...].”


3. No segundo parágrafo, o narrador percebe uma mudança no comportamento do filho.


a) O que pode ser percebido sobre o estado de espírito em que se encontra o adolescente?

b) O que indicam as reticências empregadas no final do parágrafo?


4. O filho diz ao pai que quer uma camisa nova (preta) para ir ao aniversário de uma colega.


a) Como ele se refere à colega que irá fazer aniversário?

b) Por que, ma sua opinião, o garoto dirige-se ao pai dessa maneira?


5. No diálogo entre pai e filho aparecem trechos dentro de parênteses. Por que foram usados os parênteses nesses trechos?


6. Num determinado momento do diálogo, o pai pergunta diretamente ao filho se ele está namorando. Por que a expressão “sua colega” foi colocada entre aspas?


7. No diálogo entre o narrador-personagem e o filho, é possível observar traços da oralidade, como no trecho abaixo. Reproduza oralmente esse diálogo, observando a entonação e o ritmo da fala das personagens.

“__ Fala direito, cara, oxen!
__ Poxa, meu pai, é aniversário “de minha colega” e eu tenho que ir.
__ Ah, bem legal, e aí?”

Agora responda: o que é possível inferir (entender) sobre a relação entre pai e filho?




Bom trabalho a todos e bons estudos para as avaliações mensais!!

9 comentários:

Luís Felipe disse...

Luís Felipe Gomes Molina:

1.a) “Mudanças estranhas estão acontecendo com meu filho”.

b) Ele relata que seu filho só tomava banho na base de ameaças (agora tomas muitos), nunca se preocupava com aniversários (agora se preocupa) e não atendia telefone (agora sai correndo para atendê-lo).

2.a) O adolescente vive uma modificação considerável no estado ou no caráter de uma pessoa.
b) Agora ele ia a festas, escolhe bem suas roupas, se preocupa com aniversários, sai correndo para atender o telefone quando ele toca e agora não liga tanto para futebol.
3.a) O adolescente agora, que não liga muito para futebol, se encontra mais reservado, mais distante de sua vida vivida antes, com o olhar perdido no horizonte.
b) Que agora o adolescente só fica neste estado de espírito, absorto em seus próprios pensamentos, olhando bem distante em direção ao horizonte.
4.a) O garoto pronuncia o nome da colega ininteligível, depois se refere a ela como “ uma colega”.
b) Porque o garoto não queria revelar ao pai o nome de sua colega.
5) Os parênteses foram usados para mostrar ao leitor as características do filho e do diálogo que ele conversa com o pai.
6) Porque o autor quis mostrar ao leitor se a “colega” de seu filho era realmente sua amiga ou sua namorada.
7) O filho não quer mostrar muitos detalhes de sua vida ao seu pai, mas já este quer saber sobre todos os detalhes sobre a vida de seu filho.

Letícia Miranda 8º ano disse...

1. a) “Mudanças estranhas estão acontecendo com meu filho.”

b) “Banho agora é o contrário:tenho que vigiar pra ele não tomar tantos” . O narrador apresenta vários exemplos como este,que comprovam mudanças que estão acontecendo com seu filho.

2. a) O adolescente está ficando mais vaidoso, se preocupando mais com roupas,festas e banho.

b) O garoto começou a tomar banho sem a ameaça do pai , quando o telefone tocava ele atendia antes das irmãs,e começou a se preocupar mais com as roupas , e festas.

3. a) O adolescente se encontra desanimado, e isso pode ser percebido porque em pleno jogo da seleção brasileira ele estava com um olhar perdido em algum ponto do horizonte.

b)Indica que o garoto está pensando em algo.

4. a) O garoto se refere á colega como “Jrfxwzfzy(ininteligível)”.

b) Na minha opinião o garoto não quer contar ao pai que a garota é sua namorada.

5. Para indicar pensamento do pai.

6. Porque o pai não acreditava que essa garota fosse apenas uma colega.

7. Podemos perceber uma relação amigável entre pai e filho.

Anônimo disse...

1- A – “Mudanças estranhas estão acontecendo com meu filho”
B – Ele só andava de bermuda, jogava bola o dia inteiro, nunca ia às festas, não ligava para roupas e não se preocupava com aniversário de ninguém. Agora ele só quer ficar na janela, tomar muitos banhos e ser o primeiro a atender o telefone.

2 – A –É a passagem da fase de criança para adolescência.
B – Passou a quere ir às festas, dançar, se preocupar com roupas e aniversários, atende o telefone e parou de jogar bola.

3 – A – Ele está mais calmo e fica horas observando o horizonte.
B – Ele continuou por muito tempo observando o horizonte.

4- A –Ele se refere a ela de forma ininteligível e depois disse que é apenas sua colega.
B- Porque na verdade ele não quer que seu pai saiba que ele quer uma camisa preta para ir ao aniversário de sua namorada.

5 _ Essas palavras aparecem entre parênteses porque expressam o que eles estão pensando e não falam.

6 – Porque na verdade o pai está pensando que esta colega é namorada do seu filho.

7 – Podemos entender que os pais são muito preocupados e estão sempre tentando saber mais sobre o filho e entender o que está acontecendo, e os filhos não gostam de explicar muitas coisas para os pais.


Régis Garrido Barbosa

16 – 05 - 2008

Antonio Neto disse...

1)a- “Mudanças estranhas estão acontecendo com meu filho.”
b- O exemplo de um adolescente, que começa a amadurecer.

2)a-De derrepente ele sair da faze infantil para a faze adolescente.
b-“Nunca ia a festas, não dançava,
não ligava para roupas,jamais se preocupou com o aniversário de ninguém, etc.

3)a-Triste, e ao mesmo tempo desanimado.
b-Que o garoto não está animado para fazer nada, ou outras características do filho que o pai preferiu nao citar.

4)a- Jrfxwzfzy(Inestinguível)
b-para não falar o nome da garota.

5)para indicar os pensamentos de ambos os personagens.

6)Porque o pai esta desconfiado qeu essa "colega" seja namorada dele.

7)Que cada um usa seu modo de linguagem.

kallyne disse...

1-
(a)"Mudanças estranhas estão acontecendo com meu filho."

(b)"Ele só andava de bermudas ",nunca ia a festas,não dançava e não ligava pra roupas..."

2-
(a)Ele deixou de ser "crinça " e passou a se comportar com mais maturidade.

(b)Não atendia ao telefone.“Nunca ia a festas, não dançava [...].”“[...] não ligava para roupas.”

3-
(a)Que ele não estava prestando atenção ,e estava deixando de lado
as coisas que ele mais gostava de fazer.

(b)Que ele falo mais coisas e essa "coisas "foram cortadas do texto.

4-
(a)Ele prefere não faalr o nome dela.

(b)por que ele não queria que o pai fizesse pergunta sobre essa garota.

5-
*Por que foi a visão do pai isso não estava dentro do dialogo.

6-
*Porque foi a forma que o filho falou desse manina.

7-
*O pai e o filho não aentram em muitos detales na minho opnião eles não são muito amigos .

Eduardo disse...

1) a) “Mudanças estranhas estão acontecendo com meu filho.”

b) Não vai em festas, não toma banho, não atende o telefone.

2) a) "Transformação de um ser ou de uma coisa."

b) Não atendia o telefone agora atende, não tomava banho agora toma, gosta de festas.

3) a) Que o filho está virando um adolescente.

b) Porque tem vergonha de admitir que tem uma namorada.

5) São as ações.

6) Porque o filho falava de colega para não contar para o pai.

7) Que não é uma relação aberta.

Leuma Leão Netta disse...

a)“Mudanças estranhas estão acontecendo com meu filho.”
b)Antes o narrador tinha que obrigar seu filho á tomar banho,agora ele tem de vigia-lo para não tomas tantos.
Antes ele não ligava para telefone,agora quando o mesmo toca "Lá vai ele,picado,derrubando o que encontra pela frente,para atender antes das irmãs.
Ele não ligava para o que vestia,agora fica preoculpado com que roupa vai a festa,sendo que não gostava de sair muito também.

2-a)A metamorfose da criança para o ser adulto.
b)a necessidade de sair de casa.
Não ligava para sua aparencia,agora precisa de roupas novar para ir á festas.
Não ligava para aniversarios,pois como o pai disse não gostava de festas,agora precisa ir á varias.
Não atendia o telefone,agora precisa atender,pois pode ser sua "colega".
Antes brincava o dia inteiro,agora tem mais coisas para fazer,o que seu pai acha estranho.
3)a)Pode se perceber que ele não é uma criança,quanto que está apaixonado.
b)As reticências foram empregadas para dar o ar de distração do minino com o olhar no horizonte,como se sua cabeça não estivece la.
4-A)Ele se refere no inicio ela com um nome estranho,para que seu pai não ache que ele estava interessado nela,ou namorando,ele se refere o convite dela como algo irrecusavel,super importante.
b)Porque ele não queria que seu pai fizece muitas perguntas pra ele como ele fez,para ele não ter que explicar,por ter vergonha de contar ao seu pai sobre sua namorada,e seu pai começar a trata-lo como se ele fosse um bebe.
5)Para explicar os murmurros do menino,para expressar o som que ele fazia tentando não falar o nome da minina.
6)Para dar um tom de ironia porque uma colega,não é uma namorada,muito pelo contrario,uma amiga,oque não combina com a palavha namorando.
7)Que o filho tem vergonha de admitir para seu pai que está namorando(entre outras coisas),mais seu pai tenta reproduzir o modo que os jovens falam para que seu filho confesse(tentando intimidá-lo)

Rodolfo disse...

1)a-Essa é a afirmação que melhor apresenta o assunto abordado no texto:“Mudanças estranhas estão acontecendo com meu filho.”Pois essa
frase indica que o filho está
passando por uma transformação.
b)"Afinal, ele só andava de bermudas e jogava bola o dia inteiro,só estudando -um pouco- nos intervalos dos babas.Nunca ia a festas, não dançava e não ligava para roupas."
2)a-A metamorfose vivida pelo
adolescente é a sua transformação,
em que ele passa da sua fase de criança para a fase da adolescência.
b)Ele passou a tomar banho,passou
a atender a todos os telefonemas,
tudo isso sem contar as conversas
atravessadas.
3)a-Ele se encontra em um estado
espiritual muito pensativo.
b)O sinal de reticências indica a
hipótese de que ele tem uma
namorada.
4)a-Ele se refere a sua colega com
a seguintes palavras:"ela" e "dela".
b)Pois ele está com vergonha,e não
quer revelar o nome de sua namorada.
5)Para indicar as suas expressões.
6)Para dar um tom de que a colega
é sua namorada.
7)O que se pode entender na relação
dos dois é de que o pai já vivenciou todas essas épocas,por isso então que ele percebe rapidamente que a colega de seu
filho era sua namorada.

igor disse...

1.a)“Mudanças estranhas estão acontecendo com meu filho.”
b)Que tudo muda na vida do menino, ele vai em aniversários fica preocupado com roupas etc.
2.a)É a Modificação considerável no estado ou no caráter de uma pessoa.
b)“Nunca ia a festas, não dançava”
“não ligava para roupas.”
“Jamais se preocupou com o aniversário de ninguém.”
3.a)Que ele não estava nem aí com o jogo ele estava pensando em outra coisa.
b)Que ele estava longe.
4.a)A apenas uma colega e fala meio esquisito para o pai não entender.
b)porque ele fica com vergonha do pai.
5.Para mostrar o que estava acontecendo na frase.
6.para mostrar que não é apenas"colega"
é mais do que isso.(sua namorada)
7.Que eles se tratam como dois adolescente, não como pai e filho.